CURIOSIDADES

CURIOSIDADES

REPORTAGEM SOBRE PARTE DO MOTOR BOMBA QUE ABASTECIA CAMPO REDONDO ANTES DA GRANDE ENCHENTE DE 01 DE ABRIL DE 1981
DESCOBERTA HISTÓRICA!
Fotos George Araújo
Depois de 36 anos e alguns meses da maior tragédia da história do município de Campo Redondo, a nossa reportagem ficou sabendo que o amigo Josélito (Negão) como é conhecido na cidade fez uma descoberta histórica.

A bomba ou motor como queiram, que era responsável pelo abastecimento da cidade na época,  foi descoberta dentro de um rio por trás do açude, isso só foi possível por que o poço que fica a mais ou menos 300 metros do açude secou por causa da seca que já está no seu 6° ano consecutivo.

Segundo as informações que Josélito (Negão) passou a nossa reportagem, é que esse poço sempre ficava cheio  mesmo depois do fim do período chuvoso, mais a seca prolongada fez com que ele viesse a seca por inteiro, e por isso esse motor foi descoberto.

Nas imagens abaixo feitas pelo  Blog Jsblogueiro vocês vão ver esse objeto histórico que faz parte do momento mais trágico   do município de Campo Redondo/RN.
Agradeço ao amigo Josélito pela colaboração nessa matéria exclusiva do blog Jsblogueiro.


Por JSblogueiro.

Fotos Josiel Silva

PRIMEIRO GATO EVANGÉLICO DO BRASIL MORA EM CAMPO REDONDO RN, CONFIRA.

GATO NINHO

Numa pequena e pacata cidade do Rio Grande do Norte está acontecendo um fato curioso. Os fiéis da Igreja ⛪ Evangélica Batista de Campo Repondo RN, estão notando a presença de um gato nos cultos da igreja nos últimos anos.
Já virou rotina na vida do gato sua presença aos cultos. Ninho é um gatinho muito querido por sua dona Zulmira Dantas. É o xodó da casa.
Inacreditável, mas é verdade. O gato é um exemplo de assiduidade aos cultos e é um dos primeiros a chegar e o último a sair. Fiquei surpreso ao vê-lo tão deleitado e tranquilo com o louvor, oração e pregação. Sua maneira de cultuar so Deus entende.
Será que há alguma explicação para tal comportamento e atitude felina?
GATO EVANGÉLICO NINHO

Por George Araújo.

 

Cadela que acompanhava enterros é sepultada após cortejo fúnebre no RN

Nathallya MacedoDo G1 RN
 
Piabinha foi enterrada nesta Quarta de Cinzas (18) em Campo Redondo. Dona conta que há 3 anos a cadela seguia de perto os enterros na cidade. Muita gente acompanhou o cortejo fúnebre da cadela Piabinha, enterrada nesta Quarta-feira de Cinzas (Foto: George Araújo)


A quarta-feira (18) não marcou apenas o encerramento do carnaval. Para os moradores de uma cidade do interior potiguar, a data também marcou o fim da curiosa história de uma cadela. Piabinha, uma vira-lata de 10 anos que ficou conhecida por acompanhar de perto todos os enterros realizados em Campo Redondo, morreu nesta Quarta de Cinzas após complicações no parto. Os filhotinhos não foram encontrados. O sepultamento da vira-lata parou a cidade. Em retribuição, e sob muitos aplausos e buzinaço, dezenas de pessoas fizeram um cortejo fúnebre e seguiram de perto o sepultamento do animal.
 
George Araújo, de 42 anos, é professor. Ele dá aulas de inglês e português em uma escola estadual de Campo Redondo e também trabalha numa rádio comunitária. Ele foi um dos que acompanharam o enterro de Piabinha (veja vídeo ao lado). “Nos últimos três anos, a vira-lata foi a todos os enterros que aconteceram aqui na cidade. Eu, particularmente, a chamava de cachorra solidariedade”, acrescentou.
Piabinha foi encontrada e adotada pelo casal Francisco de Assis Filho e Maria das Vitórias. A cadela estava dentro do chiqueiro da família, ferida após ser atacada por um dos porcos. As mordidas foram tão graves que Piabinha chegou a perder parte de uma das patas traseiras. "Ela tinha quase sete anos quando a achamos e começamos a cuidar dela. Isso foi há três anos. Então, um parente querido da nossa família morreu, e a cachorra acompanhou todo o velório. Desde então, ela passou a seguir todos os sepultamentos", disse Maria das Vitórias ao portal G1.
Segundo mulher que a adotou, Piabinha tinha dez anos  (Foto: George Araújo)
O professor George Araújo contou que ele próprio presenciou a cachorra acompanhando vários enterros na cidade. “Foi a solidariedade da Piabinha que me chamou a atenção”, afirmou. "Ela sabia diferenciar o sino da igreja. Quando era missa, ela ficava quieta. Quando era enterro, ia até a igreja e aguardava o início do velório. Acompanhava as pessoas até o cemitério da cidade e só deixava o local depois de todo mundo sair", acrescentou Araújo.
Ainda de acordo com o professor, a cadela conquistou a admiração e o respeito da população. “A quantidade de moradores presente no enterro da Piabinha foi a prova disso. Nós resolvemos acompanhar o sepultamento dela, do mesmo jeito que ela fazia pelos humanos", disse ele. Piabinha foi enterrada próximo ao cemitério municipal de Campo Redondo e ganhou aplausos.
Campo Redondo fica na região do Trairí e possui, segundo o IBGE, aproximadamente 10 mil habitantes.
Corpo da cadela foi enterrado próximo ao cemitério público da cidade (Foto: George Araújo)
Fonte: Portal G1 RN
O gigante brasileiro, Ninão, visita Campo Redondo com patrocínio da Loja Maré Mansa
Nesta última manhã de domingo(23) os campo-redondenses tiveram a oportunidade de ver bem de perto Ninão, o gigante brasileiro, que veio a Campo Redondo a loja Maré Mansa da mais um UP nas vendas deste final de ano. Muitas pessoas tiraram fotos para registrar o momento único de poder ao lado deste jovem fenômeno.
Um pouco da história de Ninão
Joelisson Fernandes da Silva, um jovem paraibano de 21 anos, tem quase 2,3 m de altura e deve ser registrado em breve no Guiness Book, em uma tentativa de provar que é o homem mais alto do Brasil. O jovem vive na zona rural do município de Assunção e foi apresentado aos demais paraibanos pela imprensa através da ação de um comerciante que achou a estatura dele algo raro e ficou penalizado com as dificuldades enfrentadas pela família.
O jovem ganhou o apelido de Ninão e, com vergonha das brincadeiras dos colegas, só estudou até a quarta série primária. Gosta de jogar sinuca e futebol e confessa que nunca teve uma namorada pro causa da altura. "Hoje, penso em fazer algum curso", diz ele, falando que acha bom ser grande, exceto pelo fato de chamar muita atenção.


Caso da cachorra solidariedade

Inacreditável. 
CACHORRA SOLIDÁRIAMas o que parece ser um ato só de ser humano passou a fazer parte da rotina da curiosa cachorra que acompanha enterros no município de Campo Redondo–RN, uma cidade a 135 km da capital Natal.

Para muitos parece ser uma piada ou uma brincadeira de alguém, o fato é, que há uma cachorra em Campo Redondo que realmente acompanha todos os enterros que eventualmente acontecem. A cachorra solidária permanece todo tempo deitada na porta da Igreja, e dali ela só sai quando as pessoas saem da igreja e começam a caminhar em direção ao cemitério. 

E o incrível, é que ela, a cachorra solidariedade, não acompanha pelas laterais, mas a maior parte do percurso ela faz no meio do povo, bem no centro, onde há maior fluxo de pessoas. Por que será que ela prefere acompanhar no meio das pessoas? Algo que não podemos compreender e nem entender curioso fato.

O certo é que a cachorra solidariedade já está na boca do povo campo-redondense e vem a cada dia conquistando o respeito e a admiração de todos. Ela não tem a pata traseira direita, tem dificuldades de se locomover, mas mesmo assim ela não se entrega e faz todo o cortejo fúnebre até a porta do cemitério. Ela não entra, mas aguarda um momento até o corpo ser sepultado. Só então, ela se levanta e sai e retorna ao seu habitat. 

Não sei o que acontecerá após a divulgação desta matéria, mas digo que valeu a pena registrar um fato tão curioso de uma cachorra vira-lata, denominada por mim de solidariedade, e que me deixou muito admirado e que me fez refletir sobre a vida: Por que será que ela acompanha todos os enterros? Alguma explicação para esse fato? Ou é apenas um condicionamento natural adquirido pela cachorra? 

Por gentileza, quando você encontrar a cachorra solidária por aí, ajude-a, não a maltrate. Seja cordial com ela. Ofereça um lanche, água, um almoço ou jantar. Vamos tratar bem, ela que tanto ama e zela por nossos entes queridos que já partiram.

Por George Araújo
Em Campo Redondo, RN, 14 de outubro de 2013

 

ALGUNS NOMES E APELIDOS DE FILHOS DE CAMPO REDONDO

ADELAIDE - JOÃO MARIA DA SILVA
AGUIA- FRANCISCO DAS CHAGAS DA SILVA
AIGÃO -JOÃO BATISTA DA SILVA
BEBA -
BOCA - JOÃO PAULO
BIG - JOSÉ RONALDO DE LIMA
BODINHO - FRANCIS EMANOEL DA SILVA ARAÚJO
BOI DO REI - GERALDINHO FERREIRA
BORRELA - JOSÉ SOBRINHO DE ARAÚJO
BOMBISCA - FRANCISCO SEVERINO DE CARVALHO
BIBAM - JOSÉ LENIVALDO CAVALCANTE 
BILEU - 
BIRAU
BULILA - MARIA DA SAÚDE MUNIZ
BUBU - ALESSANDRO SILVA DE ARAÚJO
BURRINHA - ANTONIO MOREIRA
CABEÇÃO - IVANILDO MONTEIRO
CAFURINGA - JOSÉ ERINALDO DE ARAÚJO
CAÇOLA - ALBERTO JÚNIOR
CANCA - MARIA LUCENIR
CANCÃO -
CARÁ - 
CASA GRANDE - JOSÉWILSON FERREIRA
CD - 
CHEFE - JOSÉ ERIVALDO DE ARAÚJO
CHEROSA - JOSÉ ROBERTO NETO
CHICO GORDO - FRANCISCO DAS CHAGAS  ARAÚJO
CHICO PISCA-PISCA - FRANCISCO LINO PEREIRA
CHICO DE PLÁCIDO - FRANCISCO GOMES DE MACÊDO NETO
CHICO VELHO - FRANCISCO NEVES
CHINA - JOSÉ WELLINGTON MARIANO
COLORAU - LINDOMAR MARINHO
DADÁ - MARIA DAS DORES DA SILVA
DANDAN - ERIDAN PACHECO DE ARAÚJO
DALUA - DAMIÃO BORGES
DEDÉ DO BARRACO - JOSÉ VALMIR DE MEDEIROS DANTAS
DEDINHO - MANOEL SEVERINO BRILHANTE
DELAGOA - JOSÉ BELO
DETEFON - 
DOUTOR - 
ESPECIAL - MANOEL IVAM
FAFÁ - MARIA DE FÁTIMA DA COSTA
FAÍSCA - GERALDO ELOY RODRIGUÊS
FRAU - RANILSON SOARES
FOM - FRANCISCO ROCHA
FOFINHO - GLEYDSON BRILHANTE
FUINHA - JEFERSON RODRIGUÊS
FUÇADO -
GAMBÁ - JOSÉ ROBERTO DIÔGO
GOMA - FLÁVIO RAFAEL
GURI - GILMAR DA SILVA AMORIM
JOÃO DO TAXÍ - JOÃO BATISTA DE ARAÚJO
PÉ DE PATO - FRANCISCO EDVALDO DE SOUZA
PINDOBA - 
LECA - ALEXSANDRA DA SILVA SANTOS
LELÊ - JOSÉ WANDERLEYLIMA DA COSTA
LILICA - MARIA ALINE DA COSTA
TIGRÃO - JOSÉ DANTAS DELIMA
MAGO - JOSÉ ALBERANY DE SOUZA
MAJOR - 
MARIA DE BALÃO -
MASCOTE - JOSÉ TARCÍSIO JÚNIOR
MEDALHA - AILTON PACHÊCO DE ARAÚJO
MONGA - EDMUNDO SILVA
MOZINHO - MARIA JOSICLEIDE  DE LIMA
MUÇÃO - CLEITIANO FÉLIX DA SILVA
NENEN - JOSÉ WANDERLY FERREIRA DA SILVA
NEZINHO - MANOEL RODRIGUÊS DA SILVA
NINHA - FRANCISCA FRANCINETE
PATOLA - JOSÉ EDVALDO RODRIGUÊS DE SOUZA
PARAFUSO -
PEB(A)INHA - KLEBSON FERREIRA DA SILVA
PEDOCA - PEDRO HAMILTOS DOS SANTOS
PELÉ - JOSÉ JOSEILTON SANTOS
PINTO - CLEISON JEFFERSON FERREIRA
PRETO - EDMILSON MORENO
QUENA - FRANCISCA GONDIM DE MACEDO
QUIDOTE - JOSÉ MIGUEL
SAL - KERGINALDO ROCHA DE SOUZA
SERRA PAU - LUIZ CLAÚDIO PACHECO DA COSTA
SETE FACADAS - JADSON ALBERTO ROBERTO SANTOS 
SISSI - ADERBAL NORBERTO DA COSTA
TETINHA - MARIA JOSÉ DANTAS DE ARAÚJO
TICO DE BITA - FRANCISCO DE ASSIS GALDINO
TIM - CRISTIANE DA COSTA
TIQUINHA - FRANCISCA LIBERATO
TIQUINHO - FRANCISCO REINALDO DA SILVA
TITICO - FRANCISCO GOMES DE OLIVEIRA
TUZA -  JOSÉ RIVALDO 
VADOCA - OSVALDO NORBERTO DA COSTA
VOVÓ -  JULIANA GALDINO DE ABREU
XAVEIRINHO - JOSÉ FRANCINALDO 
ZÉ DA BODEGA - LUINARDO RODRIGUÊS DA SILVA
ZÉ JOCA - FRANCISCO JOCA DOS SANTOS
ZÉ MOCO - JOSÉ LIMA DE MEDEIROS
ZÉ PEQUENO - 
ZEZINHO - JOSÉ SOARES DOS SANTOS
ZÉ COLMEIA - JOSÉ RANILSON DE LIMA
ZETINHA - RITA LUZIETE REINALDO
 

 

EM BREVE OUTROS ... 

FIGURAÇAS DE NOSSA CIDADE

Se você conhece mais alguma figuraça de nossa cidade mande seu comentário que ele será publicado

Personagens Folclóricos da nossa Cidade:

Chico Rosário (Conhecia todos os endereços de Campo Redondo)
Zezinho Pereira (O maior amigo de Pedim de São Bento)
Melucopo (Alguém lembra dele sóbrio?)
Wilson de Né ( O velho gás: nunca exagerou nas suas metáforas)
Leck (Pode ser considerado o MARAVIIILHASH camporredondense)
Mário Coxinha (Nunca falou da vida de ninguém)
Zé de Ricardo (O eterno lateral esquerdo que nunca disse um palavrão dentro de campo)
Micherlando (Alguém já presenciou ele brigando?)
 Ana Cláudia ( a mulher que nunca mentiu na vida)
Magno Propino ( Ele odeia Política)
Fuinha ( O metido a músico na cidade )Riso
Matias da Tapioca ( Bebe uma caninha, mas não esquece das tapiocas)
Juliana vovó ( a eterna me dê 0,10 ...)Chorão
Zé de Birico (sempre com um sorriso no rosto e um apetite de leão)Avarez
Zé Colmeia ( O zagueiro mais boca de suja do campo )Língua de fora
Burrinha ( O dançarino de Forró e o organizador de quadrilhas)Riso
Em breve, outras figuras ...

 

A MAIOR MACAXEIRA ENCONTRADA EM CAMPO REDONDO

Uma macaxeira foi arrancada na Propriedade de Lourival Marques filho do saudoso Jacinto com mais de 1,5 m e pesando aproximadamente 5 kg chamou a atenção dos que a viram. Segundo informações nunca se tinha encontrado uma macaxeira tão grande. Lourival Marques desafia qualquer agricultor de Campo Redondo conseguir uma maior que a dele.


FORROZÃO DA MERCEARIA SÃO JOSÉ DE SEU ZÉ NILTON


Mercearia São José tradição de Pai para Filho

Nesta manhã, dia 04 de abril eu ia passando em frente a Mercearia São José da figura ilustre da cidade seu Zé Nilton estava rolando um Forrozão Pé de Serra. Seu Zé Nilton na Sanfona, Marcos no Zabumba, Fuinha no Triângulo e Chico Dantas no Pandeiro.

Seu Zé Nilton na Sanfona

Marcos de Quichabeira na Zabumba

Chico Dantas no Pandeiro
 
 
Forrozão Mercearia São José 
A mais tradicional e antiga da cidade de Campo Redondo
 
 

TELEFONE OU INTERFONE?


No início deste mês estiveram lá em casa o Vereador José Ronaldo e outros dois colegas parlamentares. Vieram resolver alguns problemas e como tinham conversas na Capital no dia seguinte, resolveram pernoitar. No dia seguinte, antes que eu acordasse, toca o interfone e anuncia a visita do Doutor Alberany. Ainda dorminhoco, mandei subir. Lá em casa já dava para abrir a sessão da Câmara e já tinha platéia para assistir.



Alberany chegou todo suado: parecia uma chaleira ambulante em plena ebulição. O calor estava insuportável: mesmo morando no 11º andar não tinha vento. Alberany pediu licença para tirar a camisa que estava ensopada de suor: ficou a elegância em pessoa.


Todo mundo conversava animadamente. De um momento para outro deram pela falta de Alberany. Um dos mais piadistas disse:
- Vai ver que Alberany comeu muito pastel e está com problemas estomacais!


O vereador Zé Ronaldo levantou-se e foi ver onde estava Alberany. Devagarinho chegou na cozinha e viu Alberany segurando o interfone: ele teclava vários números, colocava o aparelho no ouvido, e nada acontecia. Zé Ronaldo ficou vendo ele fazer umas três tentativas e, intrigado, perguntou:
- O que é que você tá fazendo, Alberany?

Sem pestanejar ele respondeu:
- Zé Ronaldo, amanhã é dia 10. Eu tô tentando ligar prá Carlinhos para receber a parcela do campo de futebol e a ligação não completa. Eu tento, tento, mas o telefone só fica tuumm.... tummm...., tummm...., dando sinal de ocupado. Será que o doutor não pagou a conta de telefone e cortaram a linha ou será que Carlinhos não atende um número que não conhece?

Os outros colegas de Zé vendo aquele falatório já tinham se aproximado para saber o que estava acontecendo, juntamente com Maria, que trabalha comigo há mais de 20 anos. Foi aí que Zé Ronaldo disse:
-Alberany, isso aí é um INTERFONE e não um TELEFONE. Só serve para fazer ligação para os apartamentos do prédio. E além do mais se Carlinhos não tá lhe pagando, agora é que ele não vai mais lhe pagar se você ligasse do telefone do doutor.


Alberany, inocentemente, respondeu:
- E não é que você está certo???!!!!


Todos caíram numa gargalhada geral que parecia não mais ter fim.


Curioso, Zé Ronaldo pegou o celular de Alberany e foi ver os créditos: tinha mais de R$ 50,00 reais de bônus e uns R$ 30,00 reais para fazer ligação para outras operadoras.


Realmente o Doutor Alberany é muito econômico