MEMORIAL HISTÓRICO

MEMORIAL HISTÓRICO

PORTAL DE CAMPO REDONDO - MEMÓRIAS: A HISTÓRIA DA CASA GRANDE NO ALTO DA IGREJA MATRIZ, CONTADA POR DENISE CORTEZ

A Casa Grande no Alto da Igreja.
Quem visitou Campo Redondo - RN desde a década de 1940 aos dias atuais ou seguia viagem rumo ao Estado da Paraíba possivelmente tem essa imagem gravada na memória. Casa dos meus avós paternos Orestes Dantas Cortez e Maria das Dores Cortez localizada entre as ruas Nossa Senhora de Lourdes e Dr. José Borges de Oliveira nas proximidades da Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes. 
A construção foi concluída aos cuidados do competente mestre de obras e fiel amigo Mestre Benedito e em 1° de Julho de 1939, meus avós se mudaram para lá. Neste período Campo Redondo era distrito do município de Santa Cruz. Nasceram aqui cinco dos oito filhos de Orestes e Das Dores dentre eles Maria do Socorro Cortez, Maria Sonia Cortez, José Carlos Cortez, Petronila Maria Cortez e Antônio Alberto Cortez, os dois filhos mais velhos José Orestes Cortez e José Araquem Cortez (in memoriam) já eram nascidos antes de 1939. 
José Tércio Cortez foi o último filho do casal e nasceu em Currais Novos. Minha avó Maria das Dores recebia e hospedava professoras e padres em sua residência e não media esforços nem recursos para ajudar nas obras sociais da Igreja Católica. Faleceu em 1° de dezembro de 1958 com apenas 45 anos, vitima de um câncer de mama, cujo tratamento médico foi realizado em Recife - PE, mas infelizmente não havia tratamento eficaz naquele momento, nem nenhuma possibilidade de cura. 
Era uma mulher muito inteligente, decidida, e com opinião própria. Encaminhou os filhos para estudar em Currais Novos e Natal. Como se diz: enxergava longe.Tinha uma visão extraordinária em termos de futuro, futuro este que não chegou para ela, pois partiu muito jovem. Meu avô Orestes faleceu em Outubro de 1999 aos 88 anos, não casou após a viuvez, dizia que tinha 8 filhos para criar e não queria outro casamento. Meus pais José Orestes Cortez e Iolanda Eulina de Souza Cortez (in memoriam) casaram em 1963 e após uma curta temporada na Fazenda São João de propriedade de vovô Orestes e uma rápida permanência na Fazenda Maravilha de minha avó materna Maria Stella Pacheco de Souza viúva de José Ivo de Souza, residiram nesta casa até o ano de 1981 quando viemos definitivamente para o Maranhão. 
Hoje residem nela meus tios Milton Xavier de Souza irmão de vovó Das Dores e minha tia Zélia Pacheco Xavier de Souza irmã de mamãe. Nosso povo, nossa História. Denise de Souza Cortez. Imperatriz - Maranhão. 16 de Junho de 2019. Registro fotografico feito por mim em 1991.

Por Denise Cortez, filha de Dona Iolanda e Orestes Cortez.

O CASARÃO DA FAMÍLIA SOUZA EM CAMPO REDONDO JÁ TEM MAIS DE UM SÉCULO DE HISTÓRIA.

CASARÃO DA FAMÍLIA SOUZA

O casarão localizado na comunidade Grossos distante a 5 km da sede do município de Campo Redondo foi adquirido pelo senhor Manoel de Souza, o patriarca do vaqueiro e pecuarista Milton Souza, do ex-prefeito Luiz de Souza e mais 17 filhos de três casamentos, sendo 10 do primeiro casamento, 7 do segundo e 2 do terceiro relacionamento conjugal.

O casarão foi construído no final do século XIX por ...volta dos anos de 1890 pelo antigo proprietário. O casarão após adquirido pelo senhor Manoel de Souza serviu de base familiar para o desenvolvimento da agricultura, criação de animais e o nascimento de 19 filhos. O casarão é uma das primeiras e mais antiga construção do município de Campo Redondo.

O casarão se manteve de pé até hoje graças a qualidade do produtos que foram usados em sua estrutura. Os tijolos que foram utilizados são artesanais. A estrutura do casarão é composta por salas, quartos, cozinha. Ainda existe uma pequena estrutura para o armazenamento de careais e ração para os animais.

Uma estrutura bastante antiga também é a casa da família Souza localizada na Rua Nossa Senhora de Lourdes, próximo a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes, que atualmente reside o senhor Milton Souza, um dos 19 filhos do senhor Manoel Souza. Esta casa tem uma estrutura rústica e construída no início do século XX por volta de 1920.

Informação do senhor Milton Souza.